O Que é o Google Ads

O Que é o Google Ads

Conteúdo

O Que É o Google Ads?.

História.

Situação Atual

Alguns dados sobre motores de busca em Portugal

Os vários tipo de resultados e o SERP (Search Engine Results Page)

Resumo: O que é o Google Ads?

Principal Tipo de Anúncios Utilizados no Google Ads.

Quanto custa um clique no Google Ads?

Quem pode abrir uma conta no Google Ads?

Vantagens do Google Ads

Qual a URL para começar o processo de abertura de conta?

O Que É o Google Ads?

 

Hoje vamos falar sobre o que é afinal o Google Ads. Quais as suas vantagens, quais as suas características principais e porque é tão importante no mundo de hoje para as empresas.

Então o que é o GoogleAds?

História Breve

Bem, vamos fazer um bocadinho de história e tentar também explicar como chegamos até ao ponto em que estamos.

A partir de princípios deste século, com o advento dos smartphones ecom a chegada da 2.0  motores de pesquisa começaram a ganhar mais importância no dia-a-dia dos seus utilizadores.

Toda a atividade do Google, basicamente, se desenvolveu a partir do surgimento destes motores de pesquisa. Nem sempre o mundo foi como é. Em 2010, para terem uma ideia, A Google tinha uma quota de mercado nos motores de pesquisa, que já era superior a 50%. O segundo motor de pesquisa mais utilizado era a Yahoo. Tinha uma quota de mercado na casa dos 35%. Nessa altura, talvez alguns ainda se lembrem, até usávamos contas de e-mail do Yahoo. O terceiro motor de pesquisa mais utilizado era o Bing. Tinha cerca de 10% de todas as pesquisas realizadas.

Isto veio mudar a forma como as pessoas acedem informação. Já ninguém utiliza bibliotecas físicas para obter informação. Nem mesmo as pessoas que utilizam informação como parte essencial da sua profissão. Um professor catedrático já não perde tempo em bibliotecas. Normalmente pesquisa essas bibliotecas online. As pessoas também já não procuram negócios locais através das páginas amarelas. Hoje, o que fazem é ir ao Google, às redes sociais ou outra fonte online para obter informação sobre tudo o que desejam. É esta a forma como as pessoas pesquisam. Vão ao seu browser, escrevem na barra de pesquisa do Google e em milésimos de segundos recebem uma lista com resultados relevantes daquilo que procuram.

Situação Atual

Só para vos dar uma perspetiva de qual é a situação atual em finais de 2021 quando estamos a escrever este artigo, fazem-se cerca de 70.000 pesquisas por segundo. Não são 70.000 pesquisas por hora, nem 70.000 pesquisas por dia. São 70.000 pesquisas segundo.

o que é o google ads

A Google controla 92% de todas essas pesquisas. Também para pôr um pouco em perspetiva, em Portugal a Google ainda tem uma quota de mercado superior. Tem cerca de 94, quase 95% de todas as pesquisas. O Bing, parte do grupo Microsoft,  é o segundo maior motor de pesquisa, com uma quota a rondar os 3%.  Não admira que concentremos todos os nossos esforços em entender os algoritmos do Google e não estejamos tão preocupados com a Microsoft. Até porque tudo o que aplicamos na Google é geralmente aplicável à Microsoft.

Alguns dados sobre motores de busca em Portugal

Alguns dados estatísticos que põem em perspetiva a importância do que são os motores de pesquisa em geral e o Google em particular.

Por exemplo, 98% dos utilizadores de Internet em Portugal têm smartphones. Outro dado bastante relevante talvez até o mais relevante daqueles que apresento aqui é média de horas na Internet em todos os devices:  7 horas e 20 minutos à frente de todo o tipo de ecrãs. De certeza concorda que é muito importante para qualquer marca e para os produtos estarem presentes nesse meio de comunicação.

percentagem de portugueses que têm smartphone
percentagem de portugueses que têm smartphone

As pessoas consomem 3 horas por dia a ver televisão. Já há bastantes anos que o uso da internet ultrapassou a televisão.

Depois temos aqui um outro dado, que é bastante relevante, e que, eu gostava de partilhar convosco. Os sites mais vistos em Portugal. É um resultado de um estudo muito interessante que chama We Are Social, patrocinado pela Hootsuite. Tem muitíssimos dados sobre o uso da Internet em Portugal. É Público e está disponível para qualquer pessoa.

Hoje em dia, os sites mais visitados em Portugal são, o Google, com 278 milhões de visitas. O segundo site mais visitado em Portugal é o youtube.com. Acontece que o Youtube é parte do universo Google, ou da Alphabet, que é digamos o nome da casa-mãe do grupo Google.

Imagina onde é que faz publicidade no YouTube? Pois claro, através do Google Ads também.

Em terceiro lugar, temos o Facebook. Em quarto lugar aparece o google.pt. Portanto, veja a importância que o Google tem em tudo que é navegação na Internet naquelas tais 7 horas e 20 minutos que as pessoas passam à frente de um ecrã. O Google domina absolutamente. Qualquer empresa, qualquer negócio de qualquer dimensão, qualquer origem, com qualquer objetivo, tem absolutamente interesse em estar presente nestes ecrãs.

tempo medio gasto na internet
tempo medio gasto na internet

Os vários tipo de resultados e o SERP (Search Engine Results Page)

Isto é muito simples: as pessoas dirigem-se inúmeras vezes, milhares de vezes, biliões de vezes, por dia ao motor de pesquisa e põem lá de tudo. O que é que acontece quando escrevem (ou ditam) qualquer coisa? A aparecem resultados, certo? Aparecem resultados em frações de segundo. Esses resultados de que tipo é que são? Bom, o primeiro tipo de resultados que podemos encontrar são os anúncios de shoppings. Também geridos pela plataforma Google Ads. Os anúncios de Shopping são muito engraçados e úteis. São aqueles anúncios em que aparece a fotografia do produto, o preço do produto, muitas vezes o rating do produto e o comerciante que está a vender esse produto portanto estes são anúncios que não aparecem sempre porque nem sempre a pesquisa que as pesso

shopping ads
shopping ads

as fazem tem uma intenção de compra de um produto. Por exemplo se pesquisarmos candeeiros de sala, é normal que apareçam este tipo de anúncios. Não estou a dizer que quero comprar candeeiros de sala, mas o facto de estar a pesquisar um produto demostra ao Google uma intenção de quem pode estar comprador. Existem outras empresas que também promovem este tipo de anúncios. A Google já não é tão dominadora.

Temos muitas vezes os resultados dos mapas do Google. Normalmente apresentam 3 resultados. O Google mostra aos utilizadores os 3 resultados que considera mais relevantes para as respetivas pesquisas. O resultados do  mapa também não aparecem sempre. Há pesquisa como “os países mais ricos do mundo”. É muito possível que não apareçam resultados do mapa. Esse termo de pesquisa não está à procura de nada que seja local. Não é portanto geográfico. O mapa aparece mais quando a intenção da nossa pesquisa tem algo de loca. Seja como for, o mapa quando aparece, normalmente depois dos anúncios de shopping e antes ou depois dos anúncios de pesquisa. É muito importante para os negócios locais porque as pessoas olham através do mapa e veem aquilo que está mais próximo delas e clicam para saber direções e para telefonar diretamente.

resultados google my business
resultados google my business

Também se pode utilizar o Google Ads para ter uma presença no Google Maps. Veremos mais à frente.

Depois temos os anúncios de pesquisa. Quando pesquisamos, por exemplo, dentistas em Lisboa. Os primeiro 4 resultados da search engine results são anúncios. Isto é um termo que já agora, convém conhecer. Significa “Search Engine Results Page”.  Os anúncios facilitam a presença das empresas na página dos resultados. Os anúncios que são aquelas linhas, normalmente as primeiras, que têm no lado superior esquerdo a informação “anúncio” em português ou “ad” se tiver o seu browser parametrizado para inglês.  É uma das grandes partes do Google Ads. É uma das partes às quais vamos dedicar mais tempo nestes episódios. No máximo são 4 anúncios que aparecem no topo de uma página. No toral uma página em desktop tem no máximo 10 resultados. Os, 4 primeiros resultados podem ser anúncios. Depois podem vir os 10 resultados orgânicos, e, no final pode haver até um máximo de outros 4 anúncios.

No caso dos telemóveis, a situação é um bocadinho diferente. Não existem propriamente páginas. Pode-se clicar no final daquilo que seria teoricamente a primeira página para se ver mais resultados. Portanto, as páginas não funcionam exatamente da mesma forma.

Os anúncios de pesquisa são os que vamos dedicar mais tempo.

Depois dos anúncios, depois do maps e depois do shopping, aparecem aquilo que se chama resultados orgânicos, que são extremamente importantes.

É a  isso que se dedica à disciplina do marketing digital chamada Search Engine Optimization ou SEO. Muitos já terão com certeza ouvido falar e que é extremamente importante. Tem uma grande vantagem em relação às demais, é que não se paga pelo Click. Nós vamos falar sobre isso do custo do clique mais à frente. Quando o nosso anúncio aparece ou é “impresso” não se paga nada. Só se paga se for clicado.  No caso do SEO se as pessoas clicam no resultados apresentado não se paga. É uma maravilha, não é? O Paraíso. O problema e o pequeno detalhe que isto tem, é que,  para chegar aos primeiros resultados do SERP é necessário fazer um investimento brutal em certas industrias. Para conseguir otimizar o nosso website, tornando-o mais relevante, importante, e com maior autoridade para que o Google.

Se queremos anunciar por advogado em Lisboa e queremos aparecer nos primeiros resultados da 1ª página temos de investir fortemente no nosso website, na promoção do nosso conteúdo, etc… Existe muita concorrência. E que possivelmente estão a fazer também melhoria nos seus websites. Existem dezenas, não centenas de escritórios de advogados em Lisboa que querem aparecer no primeiro resultado do Google.

O SEO também é uma disciplina muito importante. Tem grandes diferenças com o Google Ads. Faremos várias referências ao longo dos nossos artigos ao mesmo

Resumo: O que é o Google Ads?

Então, resumidamente, o que é que é o Google Ads?

É uma plataforma ou ferramenta que é disponibilizada pelo Google aos anunciantes.

E que põe à disposição do anunciante todo o poder de comunicação que o Google tem.

Permite anunciar das mais diferentes formas acessíveis ou disponibilizadas pelo Google.

  1. Google Shoping
  2. Anúncios de Pesquisa
  3. Anúncios Youtube
  4. Anúncios Display
  5. Anúncios Locais
  6. Anúncios em Gmail ou Google Maps

No Youtube por exemplo temos aqueles vídeos que vemos no princípio de alguns clipes.  Existem muitos outros formatos no Youtube. Por exemplo, anúncios que aparecem no meio de um vídeo que nós estamos a visionar.

Também podemos fazer anúncios que apareçam no Google Maps.

Podemos fazer anúncios que aparecem no e-mail se utilizamos o gmail.

E depois uma outra coisa que muitas pessoas desconhecem é que podemos fazer anúncios mais convencionais. Banners e coisas do género em milhões de sites. É a rede de Display. É mais parecido com a publicidade convencional. Publicidade que é mostrada de uma forma segmentada. Com segmentos que nós vamos escolher do nosso Público alvo. Mas que não é não tem uma iniciativa inicial do nosso cliente, certo? Bom, falaremos mais sobre isso. Tem muitas variáveis e há muita coisa a discutir a esse respeito.

Portanto, o Google é isto, é esta plataforma que nos vai permitir gerir todas as nossas campanhas de produtos publicitários Google.

Principal Tipo de Anúncios Utilizados no Google Ads

Os anúncios de search ou pesquisa são os mais utilizados. São aqueles que normalmente correspondem a uma percentagem maior do investimento por parte dos anunciantes. Aliás, isso vê-se pelos dados da própria Google: Cerca de 60% de todo o orçamento de quem anuncia no Google é utilizado em pesquisa. Para ter uma ideia, a Google faturou em 2020,  187 mil milhões de dólares. Um valor comparável ao PIB de Portugal. Desses, 80% vieram do Google diretamente, ou seja, das contas do Google Ads de que estamos aqui a falar. Portanto, uma brutalidade. Desses, 71% são anúncios diretamente de pesquisa. Ou seja, são as tais linhas que aparecem no SERP com a designação no canto superior esquerdo de “anúncio”.

anuncios de pesquisa google ads
anuncios de pesquisa google ads

Também é importante dizer a esta altura do campeonato, para que todos entendam, que nos anúncios de pesquisa, apenas se paga pela publicidade quando o cliente vê o nosso anúncio e clica no mesmo. Quando comecei a trabalhar com Google Ads achei isto o máximo. Era tudo o que um anunciante poderia desejar. Só pagaria quando houvesse efetivamente interação com a minha publicidade. Toda a vida me tinha habituado a sentir que estava a pagar pela exibição dos meus anúncios nos canais de publicidade tradicional, sem saber se a pessoa os tinha sequer lido. No momento em que aparecemos no SERP, o nosso anúncio, com a nossa mensagem, o utilizador lê, e uma vez ache que é aquilo que procura clica. Meio caminho andado para o êxito da nossa comunicação- Mais importante ainda, eu posso aparecer milhares de vezes no SERP e comunicar a minha marca, mas se o cliente ou utilizador não clicar eu nunca vou pagar nada.

Quanto custa um clique no Google Ads?

Uma discussão muito importante, e uma pergunta que me fazem sempre muito, muito, muito, muito, como não podia deixar de ser, é quanto é que custa o Click? Como se houvesse uma tabela de preços. Ora, não existe. Havemos de falar com muita profundidade sobre esta matéria. Mas o clique, o preço do click, é o resultado basicamente da combinação de vários fatores, mas muito especialmente é o resultado da concorrência que existe para o termo de pesquisa. Ou seja, dizendo de uma forma mais simples: Um clique que resulta de uma pesquisa. Em que o utilizador. Pesquisar por comprar telemóveis. Clique que resulta de uma pesquisa por “comprar telemóveis” é mais caro que uma pesquisa por “Winston Churchill”. Percebe porquê?

O preço do clique varia muito e varia muito em função da competição. Da qualidade dos anúncios e de muitas outras coisas. Falarei especificamente sobre a formação do preço de um clique num outro artigo exclusivamente dedicado a esta matéria. Obviamente que comprar telemóveis será sempre bastante mais caro. Porquê? Porque há muitos anunciantes a concorrerem para esse termo de pesquisa. Já agora, quando falamos em  palavra chave, não significa que seja uma só palavra. Aliás o mais normal seria falar de frases chave. As palavras-chave ou keywords podem ter uma palavra, 2 palavras, 3 palavras, 4 palavras, ou as que quisermos. Habitualmente não têm mais do que 3 palavras. As que têm mais são conhecidas por long-tail keywords, como veremos ao longo de muitos exemplos que vamos aqui a utilizar. As palavras-chave são as expressões em que as empresas apostam para que quando alguém as introduz nas pesquisas do Google o nosso anuncio apareça.

Obviamente que “Winston Churchill” não deverá trazer muitas vendas a nenhuma empresa. É natural que se pesquisar tal, não lhe apareçam sequer anúncios. Não existe competição. O preço do clique vai ser consideravelmente superior para “comprar telemóveis”, porque é um termo de pesquisa bastante valioso. Porque as pessoas que o utilizam já estão mesmo a querer comprar o telemóvel, já estão muito próximas do processo da compra de um produto.

Quem pode abrir uma conta no Google Ads?

Qualquer pessoa pode abrir uma conta no Google Ads. Convido a que o façam se quer realmente aprender como funciona. Nada como aprender experimentando. Vai ser mais fácil acompanharem aquilo que eu vou dizendo por aqui.

Mas, o facto de que qualquer pessoa poder abrir uma conta no Google não quer dizer que qualquer pessoa possa utilizar o Google Ads de uma forma proveitosa. São coisas muito diferentes. O Google Ads  é uma ferramenta. Bastante complexa. Os algoritmos do Google são muito complexos, são muito difíceis de entender. Aliás, não são difíceis de entender, são impossíveis de entender, até porque o Google os muda milhares de vezes ao ano. Portanto, é  muito complicado.

O interface é muito bonito e user-friendly. Num outro artigo explico tim tim por tim tim como se faz.

O que não quer dizer que qualquer pessoa possa utilizar. Esta é uma mensagem importante para si estimado leitor. Quando a ferramenta não é utilizada com conhecimento técnico profundo o mais natural é que seja um sorvedor de dinheiro. Todos os casos que eu tenho visto, normalmente significa que há muito dinheiro a ser deitado pela janela fora. É muito fácil torrar, queimar dinheiro no Google Ads por desconhecimento de como funciona. Portanto, cada macaco no seu galho. Se o leitor é empreendedor e quer começar a trabalhar com o Google Ads. Acho muito bem. Aprovo e recomendo totalmente. Acho que o Google Ads algo que serve os interesses de todas as organizações. Mas cuidado, tenha sempre alguém ou algum consultor. uma pessoa especialista. E, cuidado ao escolher essa pessoa. Hà muito charlatão no mercado. O que vai precisar é de alguém que possa ajudar na tomada de decisões. Que acompanhe a conta, a evolução e vá fazendo as alterações que otimizem o seu investimento. É muito fácil duas empresas em tudo idênticas terem níveis de conversões de 10X superiores porque uma campanha

Vantagens do Google Ads

 

Quais são as vantagens do Google Ads?

Bem. Primeiro é acessível a qualquer tipo de empresa. Não interessa a dimensão. Não interessa o numero de clientes. Não interessa ao orçamento. Não interessa nada disso.

Qualquer empresa pode, deve ter o Google Ads na sua artilharia de marketing. Qualquer empresa pode ter uma conta no Google Ads. De uma forma ou outra deve utilizar a sua conta

Não tem limite mínimo de investimento. Posso ter uma campanha no Google com um orçamento de 1 EUR por dia. Posso até criar uma campanha, gastar 1 Eur nesse dia e no dia a seguir desativar a campanha e não gastei nem mais um tostão. ? Obviamente que isto não leva a lado nenhum em termos de resultados, mas é só para explicar que não existem limites.

Portanto, é extremamente acessível a qualquer empresa. Também é acessível a setor de atividade. Acho que todos beneficiamos de uma maneira ou de outra em comunicar com o nosso cliente final.  Recorde os seus clientes vão estar 7 horas e 20 minutos à frente dos ecrãs. Se nós temos maneira de passar a nossa mensagem, passar os benefícios que a nossa empresa pode apresentar, a qualquer consumidor, ou a qualquer empresa que queira os nossos serviços, temos que estar nestes ecrãs.

vantagens google ads
vantagens google ads

Outro aspeto é que o controlo de custos é muito fácil. Com esta ferramenta podemos ter campanhas a funcionar hoje e amanhã desliga-las e reduzir os custos em 100%.

A coisa, talvez que eu considero mais importante é que o lance, sobretudo nos anúncios de pesquisa, mas não só, no shopping também, podem ser estabelecidos pelo utilizador. Eu decido qual é o máximo que estou disposto a pagar por cada clique.

O Google ads consegue uma coisa fabulosa: pomos a mensagem da nossa empresa à frente do potencial consumidor, no momento que interessa. Ou seja, a pessoa está já à procura de qualquer coisa relacionada com o nosso produto ou serviço. O anúncio é apresentado no momento em que o cliente quer escolher algo. Nada é mais potente em publicidade do que isso. Antigamente as coisas não eram assim.

Antigamente nós fazíamos uma campanha e logo víamos o que acontecia. Enquanto diretor de desenvolvimento de negócio de um banco, lançámos por exemplo uma campanha de crédito à habitação. A campanha era vista por toda a gente. As pessoas que tinham 80 anos e que não estavam, obviamente, a pensar comprar uma casa com credito à habitação, e, a crianças de 7 anos que também não estavam a pensar comprar uma casa.

Não tínhamos maneira de mostrar às pessoas que realmente interessavam e que estavam ativamente à procura de soluções para financiar a sua próxima aquisição de uma casa. Possivelmente seriam pessoas entre  os 25 e os 40 anos. Hoje em dia isso já é possivel com o Google Ads e com os outros canais de marketing digital. Com o Google ads ainda damos um passo mais à frente: mostramos anúncios de crédito à habitação a quem meteu na barra de pesquisa do Google “crédito à habitação”. São as pessoas que precisam de um crédito da habitação.

O Google ads é extremamente flexível em termos de orçamento. Podemos mudá-los todos os dias, várias vezes ao dia, no montante que quisermos.

A capacidade de inteligência artificial do Google ajuda imenso no momento de fazermos a gestão dos nossos lances. Coisa de que não vamos falar agora. É um bocado complexo e teremos tempo de falar noutros episódios a esse respeito. O importante a reter é que podemos fazer mudanças que têm aplicação imediata. Tudo funciona online. Qualquer mudança tem normalmente efeitos imediatos.

O nível de informação oferecido é enorme. Tem imensa estatística, imensas ferramentas que são utilíssimas para a gestão do próprio canal. Podemos ver informação estatística que até cansa e é até demasiada. Temos que muitas vezes limitar os nossas as nossas análises a KPI’s que são relevantes (Key Performance Indicators) . Não nos podemos perder no mar de informação que o Google Ads nos oferece.

Por ultimo, tem ferramentas muito potentes. Um exemplo é o Keyword Planer que permite introduzir uma palavra-chave e obter uma série de outras ideias sobre palavras-chave relacionadas.

Também tem a ferramenta das Experiências. Que no fundo é podermos testar uma camapnha em paralelo com outra, duplicando-a e mudando alo (i.e texto do anuncio, tipo de lance, palavras-chave, etc) e ver como compara com a campanha original.

Significa que há um mundo enorme e muito, muito maior do que apenas o Google Ads. Isso permite uma integração quase perfeita entre as várias ferramentas utilíssimas que o Google tem. Alguns exemplos são, o Google Analytics, por exemplo, que permite uma integração quase perfeita com o Google Ads.. Há ainda o Google Tag Manager, o Google Search Console, o Data Studio e muitas outras coisas de que falaremos noutras oportunidades

vantagens google ads 2
vantagens google ads 2

 

Qual a URL para começar o processo de abertura de conta?

 

Para abrir uma conta no Google Ads nada como irmos ao motor de pesquisa Google e introduzir “Google Ads”. O primeiro resultado vai ser seguramente a homepage da ferramenta.

Ads.google.com

homepage google ads
homepage google ads

No próximo artigo é precisamente disso que vamos tratar. Vamos essa página e vamos abrir uma conta. Vou explicar como é que abrimos uma conta e como é que preparamos o Google Ads para começarmos a fazer campanhas.

Em resumo, falámos sobre o que é o Google Ads e de algumas das principais características do mesmo.

Espero que no fim deste artigo já tenha uma melhor ideia de porque é que o Google Ads é tão importante e como é porque pode ser tão revolucionário para a maior parte das empresas.

Se quiserem mais, não hesitem visitar o meu canal do youtube e ver vídeos relacionados.  Se se quiser manter a par das novidades, subscreva e clique na campainha para ser avisado da saída de novos episódios.

Se precisar de ajuda com o Google Ads ou com o SEO da sua empresa não hesite também em me contatar para conversarmos sobre o seu caso particular.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

José Alexandre Trindade

Bem Vindo ao nosso Blog

Acompanhe todas as notícias que vamos produzindo sobre Marketing Digital. 

Conteúdo atual e interessante sobre as várias ferramentas e canais de marketing digital. Desde novas tendências, até noticias sobre lançamentos recentes. 

Blogs Mais Interessantes
Blogs Mais Interessantes

Uso da Internet em Portugal