google-site-verification: google90e7369a9bb5e022.html

Pesquisa e Planeamento de Palavras-Chave

planeador de palavras-chave

Pesquisa e Planificação de Palavras-chave no Google Ads

Fazer uma planificação de palavras-chave correta no google ads e saber quais as keyword ou palavras-chave que introduzir em cada uma das nossas campanhas é o centro de qualquer estratégia de Google Ads.

Se falhamos ao escolher as keywords corretas damos cabo da nossa campanha.

Muitas coisas podem acontecer:

  • Pagamos valores exorbitantes por cada clique
  • Atraímos pessoas a clicarem no nosso anúncio que não têm qualquer intenção de vir a ser nossos clientes no futuro.
  • Aparecemos em leilões que nada tem que ver com o nosso negócio

São apenas alguns exemplos.

Se escolhermos palavras-chave demasiado genéricas em determinados setores de atividade, é possivel que o custo por clique seja demasiado alto para que alguma vez seja rentável.

Vamos pensar na palavra-chave “google ads”. Se a minha palavra-chave for simplesmente essa, estou exposto a pagar dezenas de euros por um clique, dependendo das circunstancias.

Segundo o Keyword planner do Google Ads de que falaremos mais à frente, posso chegar a pagar 350 euros por um clique.

google trends

Ainda por cima, imaginando que sou uma agência de marketing digital, posso estar sujeito a que alguém faça uma pesquisa por “curso de google ads” e clique no meu anúncio. Ora estou a atrair um tráfego que não me interessa. Eu quero clientes que precisem de um consultor de google ads. Não dou cursos.

E se alguém procurar “como bloquear google ads” para deixar de ver anúncios no seu browser eu vou aparecer, quando objetivamente não queria aparecer.

Percebe porque é importante um bom planeamento das palavras-chave na criação das suas campanhas de Google Ads?

Leia este artigo com um pouco de paciência e se eu for bem sucedido, no final do mesmo, terá aprendido coisas fundamentais que ajudarão a melhorar as suas campanhas no futuro.

Aqui fica um breve índice daquilo que vamos tratar,

 

Conteúdo

Planificação de Palavras-chave no Google Ads

Termos de Pesquisa vs Keywords ou palavras-chave

Keyword research / pesquisar palavras-chave

Google Ads Keyword Planner

Google Suggest e as “pessoas também perguntam” e pesquisas relacionadas

Google Trends

Answerthepublic.com.

Ubersuggest

Keyword Surfer.

Planificação de Keywords

Quantas palavras-chave devemos utilizar?

Uma palavra para as palavras-chave negativas

 

 

Termos de Pesquisa vs Keywords ou palavras-chave

 

As pesquisas, ou os termos utilizados nessas pesquisas, são aquilo que vão despoletar os leilões do google ads. A relação entre esses termos de pesquisa e as nossas palavras-chave é o que determina a nossa participação ou não no leilão.

Portanto, só para me assegurar de que temos os conceitos corretos: uma coisa são os termos de pesquisa e outra são as palavras-chave.

O termo de pesquisa é aquilo que o utilizador insere para procurar o que quer que seja. No exemplo anterior, o termo de pesquisa “curso de google ads” pode fazer disparar a keyword “google ads”. A keyword é o termo ou conjunto de palavras que geram leilões nos quais queremos participar.

A relação mais próxima ou mais distante entre os termos de pesquisa e as palavras-chave depende do tipo de correspondência das palavras-chave que já analisámos noutro artigo. Keywords exatas, de frase e amplas. Rings a bell? Se não, recomendo uma leitura do artigo referido.

Acertar no campo das keywords na minha opinião passa por vários estágios de que vamos falar,

  • Pesquisa das palavras-chave
  • Planeamento das palavras-chave
  • Organização das palavras-chave em grupos de anúncios

Primeiro temos de fazer o research das keywords que queremos utilizar. Crucial. Vamos ver várias formas de fazer esta tarefa da forma mais eficaz e certeira.

Temos também de saber como vamos organizar todas as palavras-chave. Como as organizamos por tópicos. Quais são mais dirigidas a awareness e quais as que estão mais na parte inferior do funil de compra dos nossos clientes? Em que nível de bid nos devemos situar? Quais as correspondências que melhor se adaptam em função da fase em que se encontra a nossa campanha?

 

Pesquisa de palavras-chave

 

Á imensas maneiras de pesquisar palavras-chave e de as considerar nas nossas campanhas.

A primeira que eu recomendo e que deve ser inicial é conhecer o negócio com o maior detalhe possivel.

É normal precipitarmo-nos e saltarmos este passo. Não o faça.

Se é o dono do seu negócio ou se trabalha na empresa em que estar a utilizar os google ads, provavelmente esta fase é fácil. Ninguém conhece o negocio como você.

Mas se não é o caso, investigue, informe-se. Perca tempo a ver o que faz mover as pessoas em relação ao negócio especifico. Faça as suas pesquisas na net. Sobretudo fale com as pessoas que gerem o negócio e pergunte-lhes como é que elas acham que as pessoas pesquisam pelo seu negócio.

Não é a solução para todos os problemas. Mas é o primeiro passo fundamental que tem de se dar.

Tem de se fazer muito mais. A maior parte dos empresários com que tenho falado sobre esta matéria tem uma opinião algo enviesada de como as pessoas os procuram. É normal. São profissionais da área.

Por exemplo se sou consultor de gestão, diria que as pessoas procurariam o meu negócio por “consultores de gestão” certo? É provável que muitas sim, mas seguramente que há imensas pessoas, talvez mais na parte superior do funil que procuram,

  • Submeter projeto de investimento
  • Ajuda com gestão fiscal
  • Fundos comunitários disponíveis

Por isso é que não podemos ficar só por esta fase inicial. Mas ela é essencial. É um excelente ponto de partida.

Ajuda tentarmos perceber quais os tipos de necessidades os nossos produtos ou serviços podem resolver. Ou que tipo de perguntas. Ou que tipo de pains ajudam a resolver.

No fundo metermo-nos na posição de cliente e imaginar, sem preconceitos, como é que o meu cliente ideal, me procuraria? E já agora pormo-nos nessa posição quando o cliente ainda só está a aflorar o seu interesse pelo nosso produto (Top of Funnel), quando já está a considerar utilizar (Middle of Funnel), ou à procura ou com forte intenção de comprar (Bottom of Funnel).

Aliás tentarmos descobrir a intenção por detrás de quem faz a pesquisa é uma autêntica arte que se vai desenvolvendo, sobretudo com experiência, mas também com intuição.

Vejamos agora alguns exemplos de ferramentas que podemos utilizar para enriquecer o nosso research.

 

Google Ads Keyword Planner

 

É umas ferramenta fundamental à qual já aludimos noutros artigos.

Permite-nos ter uma antevisão dos volumes que podemos esperar e até um intervalo do custo expectável de cada clique.

Encontramo-lo na barra superior da nossa homepage.

planeador de palavras-chave

Oferece-nos duas soluções interessantes. A primeira é conseguirmos descobrir palavras-chave se introduzirmos uma ou várias existentes.

O que basicamente faz é tentar relacionar as keywords que tenham que ver com a que tivermos selecionado.

No exemplo a seguir temos o resultado da pesquisa de palavras relacionadas com o exemplo que temos vindo a utilizar hoje “google ads”,

planeador de palavras-chave

Não só nos dá imensas ideias de palavras-chave que eventualmente não estaríamos a considerar, como ainda nos dá informação sobre os volumes que podemos esperar das mesmas e um intervalo de custo por clique que podemos esperar.

Ainda podemos ver qual a tendência da utilização dessa pesquisa pelos utilizadores.

Obviamente que se estivesse a fazer uma campanha sobre google ads, uma das coisas que imediatamente salta à vista é a expressão adwords. Para os mais recentes nestas andanças, Adwords era o nome do Google Ads até há uns anos atrás.

Outra coisa fantástica que esta ferramenta nos dá é as keywords utilizadas pela concorrência.

planeador de palavras-chave por website

Estas são as palavras-chave principais utilizadas no site no neilpatel.com em pesquisas realizadas em inglês no Reino Unido. Ou seja, basta pensar nos seus concorrentes e espreitar os resultados. Possivelmente receberá muitos resultado surpreendentes.

Estra ferramenta ainda nos dá outra coisa extremamente importante: podemos fazer o download e todas estas ideias e trabalha-las numa folha de cálculo. Podemos ordenar da forma que melhor nos convier e até utilizando algumas funções do excel ou do google sheets, podemos criar imediatamente correspondência de palavras-chave conforme a nossa conveniência.

Google Suggest e as “pessoas também perguntam” e pesquisas relacionadas

 

Esta é uma das minhas formas favoritas de descobrir palavras chave.

Quando pesquisamos qualquer coisa no nosso browser, o Google, mas também o Bing ou Yahoo dão-nos sugestões de outras keywords relacionadas com a nossa pesquisa,

 

É uma excelente forma de vermos o que os motores de pesquisa relacionam com a nossa keyword. No caso acima é obvio que seguramente o termo “google ads entrar” é uma pesquisa extremamente popular e algo que eventualmente deveríamos considerar.

Outra coisa bastante útil, no fim da página das pesquisas, são as pesquisas relacionadas,

 

No fundo é parecido com o anterior. Dá-nos ideia de outras pesquisas que o Google correlaciona com a pesquisa original.

Neste caso, pelos vistos, é muito procurado Youtube Ads, que é parte do Google Ads. Uma pessoa um pouco desatenta poderia deixar este termo de parte.

 

Google Trends

 

Mais uma ferramenta do mundo Google: O google trends. Nada mais é do que uma espécie de portal onde podemos verificar a popularidade das palavras-chave que estamos a estudar e que pensamos incluir nas nossas campanhas. Podemos depois fazer comparações para tentar perceber quais são as que têm maior aceitação por parte do publico.

Por exemplo comparemos Google Ads com Google Adwords

Dá para ver que o cavalo em que devemos apostar é Google Ads.

Esta ferramenta tem ainda muitas outras aplicações. Por exemplo a descoberta de novas áreas de pesquisa, tendências que podem tornar-se virais etc…

 

Answerthepublic.com

 

As pesquisas no Google muitas vezes, mesmo muitas acabam por se transformar em perguntas feitas pelo utilizador. Não seria bom saber quais as perguntas que as pessoas fazem sobre Google Ads, ou sobre as nossas palavras-chave?

Com o answerthepublic.com isso é muito fácil. Este site simula tudo o que são perguntas que sejam populares e que circulem à volta do tema.

Para o Reino Unido, as perguntas mais comuns que os utilizadores fazem no motor de pesquisa são as seguintes,

answerthepublic.com

 

Para além de nos dar todas estas perguntas, que eventualmente queremos incluir como palavras-chave, ainda nos dá preposições utilizadas, comparações que as pessoas usem e que são muito comuns.

Por exemplo neste caso obviamente que uma das comparações que se calhar pode valer a pena apostar e que sai nestes resultados é “Facebook ads vs google ads”.

Ubersuggest

 

Há depois vários softwares que podem ser usados para SEO ou para Google Ads e que no fundo compilam e organizam muitas vezes de forma bastante user-friendly a informação.

Uma dessas ferramentas é o Ubersuggest do Neil Patel. Há outras. Entre as mais populares mas que eu não conheço em profundidade estão,

E muitas mais.

Eu uso a ubersuggest porque me parece bastante simples e também é muito útil para todos os assuntos relacionados com SEO.

É uma ferramenta que se pode utilizar grátis para aquilo que aqui pretendemos: keyword research.

ubersuggest

Se fizermos o exercício que temos vindo a fazer, obtemos os seguintes resultados,

Detalha-nos não só o volume de pesquisas que podemos esperar, como nos antecipa o CPC a pagar por esta palavra-chave. O curioso é ver que neste caso, não coincide nem de perto nem de longe como o que tínhamos visto no keyword planner do Google Ads. Qual está certo, tenho dúvidas em responder, mas algo me diz que o Google tem melhores fontes de informação. 🤣

Esra ferramenta ainda nos diz qual o grau de dificuldade dessa palavra-chave. Neste caso 14 de 0 a 100. Não é nada mau.

Mais importante que tudo é que no fundo reúne informação que de outra forma andamos a pescar das várias outras sugestões que fiz atrás.

Por exemplo permite conhecer outras palavras-chave relacionadas com a que estamos a estudar.

Permite conhecer volumes, dificuldade, possiveis CPC´s de todas essas palavras chave.

Até permite ver o SERP atual dos resultados orgânicos para uma determinada keyword. Tudo coisas que podem ser extremamente úteis no momento de decidirmos quais as palavras-chave ideais para a nossa campanha.

Keyword Surfer

 

Uma outra coisa que utilizo muito nas minhas diferentes atividades de marketing digital são as extensões do Chrome.

O Chrome para quem não sabe ou não usa é o browser do Google para desktop e mobile. As extensões são pequenas aplicações que se podem descarregar para o desktop e que podemos utilizar em conjunto com o Chrome.

Para Keyword research a mais util que utilizo é a keyword surfer.

Cada vez que faço uma pesquisa, recebo de imediato informação sobre essa palavra-chave.

Por exemplo diz-nos que google ads é pesquisada 27 mil vezes por mês. Valor parecido com o das outras ferramentas.

Também nos dá uma valor aproximado de quanto pode custar um clique no Google Ads e produz na barra lateral direita do nosso browser uma informação que é parecida com muitas das sugestões que já vimos atrás, mas que aparece por defeito.

keyword surfer

 

Existem muitas outras formas de fazermos a nossa pesquisa. Só para inspiração,

  • Podemos fazer pesquisas e ver o que é utilizado nos títulos dos anúncios e dos resultados orgânicos dos nossos concorrentes. Eventualmente já estudaram as keywords melhores que nós e podem-nos dar insights valiosos. Eu gosto especialmente de fazer pesquisas no Google como se estivesse noutro Pais. Habitualmente EUA ou Reino Unido que são os países onde o investimento em google ads é mais pesado.
  • Usar o youtube que a brincar a brincar é o segundo maior motor de pesquisa do mundo e também utiliza o sistema de sugerir pesquisas enquanto vamos escrevendo a nossa pesquisa.
  • Perguntar aos amigos e família. Nada como sair e perguntar a pessoas que sejam estranhas ao negócio como procurariam determinado produto ou serviço. Sobretudo se tiverem o perfil do cliente ideal do negócio com que estamos a trabalhar.
  • Etc…etc….

 

Planificação de Keywords

 

Por esta altura já temos uma quantidade grande de palavras-chave. Agora temos que nos organizar mentalmente.

Temos de decidir que tipo de correspondência devemos usar. Ampla? Frase? Exata?

E já agora, quanto é que vão ser o nossos bids por cada palavra?

Podemos organizá-las por tópicos para que depois se venham a corresponder a Grupos de Anúncios?

Recordemos que as palavras-chave são o principal fator determinante de um grupo de anúncios.

Mesmo que utilizemos uma estratégia de licitação automática, por detrás vai haver uma licitação, ou um CPA, talvez um Roas-Alvo. Portanto temos de tomar esse tipo de decisão.

Depois, há ainda que tentar identificar as palavras-chave com níveis diferentes do funil de venda do nosso cliente potencial.

Se um cliente ainda está numa fase de top-of-funnel, é muito possivel que os anúncios que queiramos escrever sejam diferentes dos clientes que estão Bottom-of-funnel e que já estão prontos a comprar. Não só o próprio texto vai ser muito diferente, como a própria Landing page para a qual vamos enviar os clientes pode ser diferente.

Exemplo,

Palavra-chave                                      Titulo Possivel                                                       Landing Page

 

“O que é o Google Ads?”           Conheça as vantagens de anunciar no Google                      Informativa

“Google Ads preço”                   Planos de Gestão de Google Ads à sua medida                       Oferta de pacotes de gestão.

 

E pergunta-me porque é que eu investiria numa palavra-chave que não tem grande intenção de compra como é o caso da primeira? A resposta imediata, é que dependendo do preço que pago pelo clique o custo de conseguir um cliente pode no final ser mais baixo.

As palavras-chave com maior intenção de compra, habitualmente geram mais competição e portanto para subirmos no Ad Rank vamos ter de aumentar o bid.

Ora se na primeira palavra-chave eu pago 10 centimos por clique e consigo um novo cliente depois de 20 cliques, o cliente custou-me 2 euros. Se no segundo caso o clique me custa 1 euros e preciso de 5 cliques para conseguir um novo cliente, então o novo cliente custou-me 5 euros. Elementar meu caro Watson!

 

Quantas palavras-chave devemos utilizar?

 

Esta é uma pergunta frequente que me fazem. E que eu me faço a mim mesmo sempre.

Quando começamos uma campanha, provavelmente o mais recomendável é começar com poucas palavras-chave.

Isto tem uma dupla lógica. Por um lado, nós provavelmente não temos orçamento para ter 500 palavras na nossa campanha. Estaríamos a dispersar muito o nosso investimento e nas palavras-chave que realmente são importantes poderíamos a nem estar a ir a jogo porque estamos a dispersar para tudo e mais algumas botas.

Por outro lado utilizarmos poucas palavras ajuda-nos a ir conhecendo o modelo e a aperfeiçoa-lo de forma mais pausada mas mais segura. A simplicidade das nossas campanhas é importante para termos um maior domínio sobre os seus resultados.

E claro vamos começar a atacar com as palavras-chave que estejam mais próximas do fundo do funil. As que demonstradamente têm uma maior intenção de compra por parte do cliente.

Ou seja, devemos organizar as palavras-chave em termos de

  • Tópicos
  • Categorias
  • Intenção de compra
  • Relevância
  • Posição no funil de vendas

Uma vez feita esta distribuição de palavras-chave, estamos prontos a criar os nossos grupos de anúncios com maior confiança.

 

Uma palavra para as palavras-chave negativas

 

Em todo este processo devemos ter também em consideração que planear palavras-chave e fazer o seu research, envolve também descobrir o antes possivel quais são as palavras-chave que nós queremos negativar.

Ou seja, quais são as palavras que nós queremos utilizar para evitar entrarmos num leilão.

Essas listas de palavras-chave podem aparecer e ser construídas logo no planeamento inicial da nossa campanha.

Com a experiência já sabemos que há uma quantidade de palavras-chave que sãio utilizadas como muitos produtos e serviços e para as quais não queremos concorrer. Outra vez no caso do Google Ads, exemplos que uma agência de marketing como a minha quer evitar,

  • Curso de Google Ads
  • Google ads Grátis
  • Desligar google ads
  • Emprego google ads
  • Criticas google ads

 

Se eu já sei que não quero aparecer neste tipo de pesquisa, porque não garantir isso mesmo criando uma lista de palavras-chave a nível da campanha, ou mesmo do grupo de anúncios com “curso”, “grátis”, “desligar”, “emprego” e “críticas”.

Começa a sua campanha logo com alguma otimização.

E pronto, espero que depis de ter lido o que acabou de ler sinta uma renovada confiança de como abordar esta tarefa que pode parecer dantesca de construir o seu conjunto de palavras-chave.

Como sempre, se porventura continua a achar que este tipo de gestão pode ser dificil para a maneira como tem a sua vida e empresa organizada e precisa de ajuda, não deixe de contatar a marketing digital lisboa.com para que façamos aquilo que fazemos melhor: gerir contas de google ads.

Podemos oferecer o pacote inteiro, em que simplesmente gerimos as suas campanhas de A a Z e sentamo-nos consigo uma vez por mês para analisarmos resultados e tomarmos as decisões de mais alto nível. Ou, podemos ajuda-lo na sua viagem da gestão das suas campanhas através de uma auditoria à sua conta, ou até através de consultas para discutir assuntos específicos pagos à nossa tarifa horária.

Até breve

 

 

 

 

 

 

 

José Alexandre Trindade

Bem Vindo ao nosso Blog

Acompanhe todas as notícias que vamos produzindo sobre Marketing Digital. 

Conteúdo atual e interessante sobre as várias ferramentas e canais de marketing digital. Desde novas tendências, até noticias sobre lançamentos recentes. 

Blogs Mais Interessantes
Blogs Mais Interessantes

Uso da Internet em Portugal